Natal

segunda-feira, 5 de Maio de 2008

Alimentação do bebé apartir dos 6 meses

Os músculos das paredes do tubo digestivo crescem e fortalecem-se, o que quer dizer que o seu bebé pode começar a ingerir alimentos mais complexos.
Porquê?
Porque após os 6 meses, o estômago aumenta de volume o suficiente para que a ingestão de um maior número e mais variado leque de alimentos seja possível.
No entanto, não esqueça que é fundamental seguir as indicações do pediatra relativamente à alimentação mais adequada.

As fezes.
A côr e consistência das fezes do seu bebé muda assim que se inicia a alimentação sólida. Com o Leite Materno, as fezes são geralmente de côr amarelada, semi-líquidas e com grumos. Depois de cada refeição o número de evacuações é elevada.
No entanto, a frequência de evacuações pode variar de bebé para bebé. As crianças alimentadas com fórmulas infantis têm, normalmente, fezes amarelo-acastanhadas e de consistência mais sólida.
A frequência de evacuações também é menor do que a dos bebés amamentados. Nesta fase, devido à limitada capacidade de mastigação do bebé, é normal que pequenos pedaços de alimentos que não são digeridos apareçam nas fezes.

Função renal.
Após o nascimento, os rins do bebé ainda se encontram bastante imaturos e as alterações nas suas funções continuam a decorrer durante os primeiros quatro anos de vida. Ao ano e meio, a capacidade de concentração dos rins atinge a de um adulto. E, após os 6 meses, a capacidade de concentração é bastante pequena e a sobrecarga renal dos alimentos aumenta o volume urinário.

A dentição.
A erupção dos primeiros dentes de leite dá-se a partir do 6º mês e vai até ao 30º mês (20 dentes ao todo). A maioria das crianças tem poucos dentes até ao ano de idade. A erupção dos dentes da arcada dentária inferior dá-se geralmente antes dos da arcada superior.

2 comentários:

Sofia e Pedro disse...

Olá mamã, obrigada por este texto tão útil!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Anónimo disse...

Qual e a alimentação de um bebe de 6 meses